Sistema de inteligência artificial chinês se mostra mais rápido e eficiente que humanos para identificar tumores cerebrais em exames de imagem

Os sistemas de inteligência artificial são cada vez mais uma realidade de medicina. Este mês, um robô programado para identificar imagens de câncer cerebrais em exames derrotou 25 médicos em uma competição chinesa com direito a transmissão na TV.

O sistema de inteligência artificial, chamado de Biomed foi projetado pelo centro de pesquisa doBeijing Tiantan Hospital para detectar imagens de tumores neurológicos em exames, aprender suas características e então aplicar esse “conhecimento” na análise de qualquer exame. Foram meses de treino com milhares de imagens médicas.

O robô acertou diagnósticos com uma precisão de 87% contra 66% dos profissionais humanos. Segundo informações da agência chinesa Xinhua, o robô demorou metade do tempo dos médicos para identificar os casos: foram 225 diagnósticos em 15 minutos.

Tecnologias de inteligência artificial já estão em funcionamento em mais de 130 hospitais chineses. No ano passado, um robô desenvolvido pela Tsinghua University passou na prova de título de medicina do país com média superior a de 96% dos candidatos.

Sofia Moutinho

Jornalista multimídia especializada na cobertura de saúde, ciência, tecnologia e meio ambiente. Formada em jornalismo na UFRJ com pós-graduação pela Fiocruz/COC.