Uma nova análise mostrou que mais de 90 mil novos casos de câncer por ano nos Estados Unidos podem estar relacionados à inatividade física e ao fato de permanecer muito tempo sentado.

A análise, apresentada na conferência anual do American Institute for Cancer Research (AICR), em Washington, DC, cita cerca de 49 mil casos de câncer de mama e 43.000 casos de câncer de cólon.

“Isso nos dá uma idéia dos cânceres que poderíamos evitar incentivando as pessoas a serem mais ativas”, disse Christine Friedenreich, epidemiologista do Alberta Health Services, em Calgary, Canadá. Os cálculos são baseados nos dados de atividade física e nas estatísticas de incidência de câncer nos Estados Unidos. “Esta é uma estimativa conservadora”, disse ela. “Quanto mais atividade física você fizer, menor o risco de ter esses cânceres”.

Alpa Patel, epidemiologista da American Cancer Society que analisou os dados, disse que os números apresentados “parecem ser uma estimativa muito razoável”.

Segundo Friedenreich, há anos os especialistas sabem que a atividade física diminui o risco de doenças crônicas, incluindo câncer, doenças cardíacas e diabetes. Mas os novos dados dão estimativas sobre o número de casos que poderiam ser evitados se as pessoas fossem mais ativas fisicamente.

“Uma rápida caminhada diária de pelo menos 30 minutos pode diminuir o risco de uma pessoa ter câncer de mama e de cólon ao longo do tempo”, disse Alice Bender, nutricionista do AICR.

Friedenreich revisou mais de 200 estudos de câncer em todo o mundo e encontrou evidências convincentes de que a atividade física regular reduz o risco de câncer de mama, câncer de cólon e câncer de endométrio em 25% a 30%. “Há algumas evidências de que o exercício regular também reduz o risco de câncer de próstata, pulmão e ovário”, afirmou.

Patel e outros estudiosos também têm investigado os perigos causados à saúde por permanecer sentado durante muito tempo, sem se movimentar.

Em um estudo com 123 mil pessoas, ela observou que quanto mais tempo as pessoas permanecem sentadas, maior o risco de morrerem cedo. “Mesmo entre os indivíduos que eram regularmente ativos, o risco de morrer prematuramente foi maior entre aqueles que passaram mais tempo sentados”, disse.

Patel afirma que mesmo se estiver fazendo meia hora de atividade aeróbica por dia, você precisa se certificar de que não vai passar o resto do dia sentado. “Você precisa se levantar e fazer pausas no período em que permanece sentado.”

Novas pesquisas indicam que ficar sentado também aumenta o risco de alguns tipos de câncer, como câncer de endométrio, cólon e ovário, diz Friedenreich.

James Levine, professor de medicina da Mayo Clinic, em Rochester, Minnesota, diz que muitas pessoas ficam sentadas, em média, de sete a nove horas e meia por dia. “Se você se sentou por uma hora, provavelmente você ficou sentado tempo demais”, disse.

Friedenreich está investigando as causas do exercício reduzir o risco de câncer. Em um estudo com 320 mulheres na pós-menopausa, ela descobriu que a atividade física parece diminuir o risco de câncer ao aumentar a sensibilidade à insulina e reduzir a gordura corporal, inflamação, hormônios metabólicos e hormônios esteróides sexuais.

Fonte: USA Today

revista-onco

Oncologia para todas as especialidades.