Uma recente reunião promovida pela ASCO (American Society of Clinical Oncology) apresentou novidades no tratamento do câncer de pele chamado melanoma.

Duas novas medicações, de diferentes mecanismos de ação, demonstraram avanço significativo quanto à diminuição de metástases e prolongamento da vida de pacientes com doença metastática (incurável). Embora as medicações ainda não estejam disponíveis comercialmente no Brasil – isto deverá ocorrer ao longo dos próximos 1 a 2 anos – este é o maior avanço no tratamento desta doença nas últimas três décadas.
Avanços também vêm sendo descritos em relação ao câncer de pulmão e de ovário em estágios avançados, ao GIST (câncer raro) e em tumores pediátricos.

Fonte: Oncoguia

revista-onco

Oncologia para todas as especialidades.