Notícias

  • Diminuir fonte
  • Fonte normal
  • Aumentar fonte
  • Adicionar a favoritos
  • Imprimir
  • Enviar para amigo
  • Adicionar RSS

25/04/2017  | Oncologia

Periódico sobre câncer tem mais de 100 artigos retratados

Quantidade recorde coloca em questão o sistema de revisão por pares tradicional

fraude

O periódico científico Tumor Biology retratou 107 artigos sobre câncer publicados entre 2012 e 2016. O motivo é que os estudos tiveram a revisão por pares comprometida por fraudes. A situação é sem precedentes na história das publicações científicas pelo grande volume de artigos atingidos de uma vez.

“Depois de uma profunda investigação, temos razões para acreditar que o processo de revisão foi comprometido”, diz a nota oficial da publicação. Todos os artigos vetados, que variam entre temas sobre câncer de pulmão, estômago, ovário entre outros, são de autores chineses.

Os artigos foram vetados porque os autores apresentaram revisores falsos para os estudos. Cientistas convidados como revisores externos que não eram reais ou nomes de pesquisadores de verdade, com endereços de e-mail falsos de onde eram emitidos pareceres favoráveis para as pesquisas.

No ano passado, o periódico já havia retratado 25 artigos por fraudes. Em comunicado, a editora responsável, a Springer, diz que a nova leva de retratações foi fruto de uma análise cuidadosa iniciada após o incidente anterior.

Mais por vir

A situação não ocorreu apenas nesse periódico. O Committee on Publication Ethics (COPE), formado por editores científicos de todo o mundo de variadas áreas do conhecimento,  explica que a instituição tomou ciência de tentativas sistemáticas de manipulação do processo de revisão por pares em múltiplos periódicos de diferentes editoras. A fraude teria sido orquestrada por agências independentes que oferecem aos autores serviços de revisão.

Em comunicado, a instituição diz não saber se os autores, ao contratarem esse tipo de serviço, estavam cientes de que os revisores eram falsos. E diz ainda que as editoras afetadas foram notificadas e publicarão comunicados em seus sites. De modo que podemos esperar mais notícias como esta.

Sistema fadado

A crítica ao sistema de revisão atual das grandes editoras é crescente, seja por sua demora, qualidade ou ética. Além de estar sujeitos a fraudes, muitos cientistas se queixam de favoritismo nas revisões encomendadas pelas editoras e de falhas nas revisões.

Outro fator que explica as fraudes recorrentes é a pressão para publicar em quantidade. Frequentemente, os cientistas são avaliados pelo número de artigos publicados em periódicos de impacto. Disso dependem sua carreira e o financiamento de pesquisas.

Mais transparência

Em oposição, sistemas alternativos vem surgindo, como o open review ou avaliação aberta, em que todos os revisores são conhecidos e seus comentários visíveis para todos durante o processão de validação dos artigos.

Outra corrente, a dos preprints, vai totalmente na contramão e se baseia na publicação de artigos sem revisão. A prática, comum nas ciências exatas em repositórios como o ArXiv, de artigos de física, tem ganhado adeptos também nas biológicas. Nesse modelo, rascunhos dos artigos são disponibilizados online e sujeitos a comentários abertos da comunidade científica internacional.

Quem sofre é o paciente

Por fraudes ou pressão do sistema de publicação, são publicadas pesquisas sem reprodutibilidade. Análises recentes conduzidas pelas próprias empresas farmacêuticas que financiam pesquisa em câncer mostram que parcelas consideráveis dos estudos que chegam à fase clínica não podem ser repetidos, ou seja, não tem os resultados comprovados. Uma análise global publicada na revista Nature Reviews mostra que o sucesso de testes clínicos de novas drogas contra o câncer caiu 10% no período de 2008-2010 se comparado ao de 2006-2007. No final das contas quem sofre são os pacientes que esperam por respostas efetivas contra o câncer.


Por Sofia Moutinho

 

 

 

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks

Pesquise no site

Agenda de Eventos

junho
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930EC

Enquete

Qual sua opinião sobre a compra pelo Ministério da Saúde da asparaginase chinesa?


Loading ... Loading ...

Seções

Edição atual

CAPA_35-163x218

Onco& Ano VII – Ed. 35

Capa:
Câncer em idosos, tratamento na medida e no tempo certos
Entrevista:
Martha Regina de Oliveira, diretora da ANS, discorre sobre o OncoRede, projeto que busca reduzir a fragmentação do cuidado nos serviços oncológicos
Panorama:
Mudanças nas regras prometem dar mais agilidade na pesquisa clínica
Do bem:
Suporte multiprofissional ajuda a melhorar a autoestima de pacientes
 

Preencha os campos abaixo para enviar esta página

:
:
:
: