Para marcar o dia da mulher, o Hospital Estadual Pérola Byington, de São Paulo, especializado em saúde de mulheres, pediu ajuda da vizinhança. O hospital fica na mesma rua do Centro de Referência em Saúde do Homem, também administrado pela Secretaria de Saúde do Estado, e solicitou que os pacientes com câncer daquela instituição gravassem vídeos para homenagear e incentivar as pacientes do Pérola Byington. A ação teve início hoje (6/3) e vai até a próxima sexta.

Nas mensagens, nove pacientes incentivam que as mulheres não tenham medo de enfrentar a doença. A ideia surgiu por conta dos impactos íntimos parecidos causados pelos tumores urológicos e ginecológicos em homens e mulheres, respectivamente. Além disso, o objetivo é reverter um pouco do papel de incentivadora no tratamento, que muitas vezes que cabe à mulher. “A maioria dos homens só vai ao médico porque a mulher insiste. Os vídeos são uma justa homenagem”, diz Claudio Murta, coordenador do Centro de Referência em Saúde do Homem.

Os Hospitais “vizinhos” são referência nacional em saúde masculina e feminina. Mensalmente, os dois serviços atendem juntos no ambulatório 3.500 pacientes com câncer. Somente no Hospital Pérola Byington, todos os meses são cerca de 150 casos novos de mulheres com câncer. No Centro de Referência em Saúde do Homem os diagnósticos de câncer urológicos representam aproximadamente 20% do total de atendimentos.

revista-onco

Oncologia para todas as especialidades.