A questão dos custos das drogas biológicas vem sendo bastante debatida e é um dos pontos mais polêmicos, uma vez que seus preços elevados podem comprometer a possibilidade de muitos tratamentos. O tema vem sendo alvo de discussões em importantes eventos, inclusive na última reunião anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (Asco, na sigla em inglês). Na última sexta-feira (6/3), o Food and Drug Administration (FDA), o órgão de vigilância sanitária americano, deu um importante passo neste sentido, ao aprovar a primeira droga biológica de baixo custo dos Estados Unidos.

O órgão deu o aval para uma versão criada pela Novartis para o Neupogen, medicamento utilizado no tratamento de neutropenia, uma disfunção no número de neutrófilos circulantes comumente apresentada por pacientes de câncer.

A FDA aprovou o uso do medicamento por diversos tipos de pacientes, inclusive aqueles que submetidos a transplantes de medula ou que recebem algum tipo de quimioterapia.

A Novartis já comercializada seu biossimilar do Neupogen na Europa desde 2009.

Estima-se que o novo medicamento pode representar uma economia de US$ 5,7 bilhões ao sistema de saúde americano durante a próxima década.

revista-onco

Oncologia para todas as especialidades.